home ›› Catálogo ›› O crime que abalou a República

Catálogo

O crime que abalou a República

Roberto Sander




Rio de Janeiro, capital da República, madrugada de 12 de maio de 1954. O repórter Nestor Moreira, do jornal A Noite, depois de deixar uma boate, se envolve numa discussão com um motorista de táxi por causa do preço da corrida. O que seria um acontecimento banal acabou se transformando numa tragédia que abalaria o país. Conduzido, ao lado do motorista, para o 2° Distrito Policial de Copacabana, Nestor Moreira seria recebido pelo guarda-civil Paulo Ribeiro Peixoto, conhecido pela alcunha de Coice de Mula. Era o mesmo distrito que investigava o assassinato de uma bela francesa. Nestor, que cobria o caso, avançava mais nas investigações do que a própria polícia, que, por isso, era alvo de críticas. Acabou brutalmente espancado por Peixoto, morrendo depois de ficar internado por onze dias no Hospital Miguel Couto. Foi uma comoção e o estopim de uma grave crise política – a oposição responsabilizava Getúlio Vargas pelo episódio – que culminaria com a morte do presidente três meses depois. Neste livro, escrito como se fosse uma grande reportagem, personagens como Carlos Lacerda, João Goulart, Tancredo Neves, Samuel Wainer, Golbery do Couto e Silva e Getúlio Vargas estão frente a frente em um dos momentos mais dramáticos da nossa história recente. O prefácio é do jornalista e escritor Domingos Meirelles: "Como um habilidoso artesão, Sander costurou episódios aparentemente desconexos em torno de uma narrativa que arrasta o leitor e o mantém agarrado à trama até o final, quando todos os fios urdidos se juntam compondo um harmonioso trabalho de tapeçaria política."

Ficha Técnica

Ano da Publicação: 2010
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 192
ISBN: 978-85-62063-18-3
Gênero: Documentário
Preço: R$ 30

Sobre o Autor



Roberto SanderRoberto Sander

Com mais de 20 anos de militância na imprensa esportiva, Roberto Sander é autor de diversas obras sobre futebol e História do Brasil. É idealizador da Coleção Ídolos Imortais e da Coleção Memória de Torcedor. É diretor editorial da Maquinária. "1964 - O verão do golpe" é o seu décimo livro.




Estamos no Facebook